segunda-feira, 31 de agosto de 2009

E o fator casa?


Quando Roberto Fernandes chegou ao Scarpelli disse que tinha como caracteristica não perder pontos em casa, que fazia de seus estádios verdadeiros caldeirões. Uma declaração desta já anima o mias pessimista dos torcedores, realmente dá mais vontade de ir ao Estádio com uma maior chance de vitória. A "caracteristica" dele que não perder pontos em casa não funcionou no Figueirense. No inicio de seu trabalho ele conseguiu bons resultados, com o começo da segundona já tivemos a derrota para a Portuguesa, em casa. Outros resultados de derrotas em casa vieram, como as derrotas para o América, São Caetano, Guarani e várias outras, além de empates. Vale ressaltar também a instabilidade do time, fizemos partidas memoráveis e outras "medonhas", fora as oscilações dentro do próprio jogo. Porém, o que mais me incomoda na nossa atual fase são as derrotas em casa, até mais que as oscilações. Espero que Márcio Araújo consiga fazer o Figueirense jogar bem dentro de casa, se ele conseguir fazer isso e manter uma boa campanha fora de casa já está mais que perfeito!
Abraço do Petry!

2 comentários:

x da questão disse...

Ele pode dizer o que quizer, mais que no Figueira não fez nada ah não fez, e mais nem montar um time na retranca para explorar o contra ataque sabe montar, eta coisa ruim.

Thiago Avila disse...

Alguem prestou atenção na sequência de jogos do Figueira a partir de agora? É a hora de decidir o que acontecerá com nosso próximo ano!! E que paremos de cornetar um pouquinho e façamos o que sempre ajudou nesses anos de vitórias. EMPURRAR O TIME E TRANSFORMAR O SCARPELLÃO NO CALDEIRÃO MAIS ASSUSTADOR DO BRASIL!

VAMO FIGUEIRAAA!!

Thiago, JOAÇABA, SC