terça-feira, 13 de outubro de 2009

Sobre os "Estrangeiros"

O Joel mandou um e-mail para os blogs Alvinegros comentando sobre a falta de cobertura dos times de SC fora da Capital e suas cidades. O e-mail pode ser lido em vários blogs como no Gigante Alvinegro e no Paixão Alvinegra. O assunto é muito pertinente e acaba encaixando com um outro que adoro debater. Abaixo vou comentar um pouquinho sobre o número de torcedores “estrangeiros” no Estado.



Moro no interior do estado há algum tempo, no Sul. Quando sai de Floripa logo pensei “putz, lá no sul vou ser massacrado pelo pessoal do Criciúma” Isso porquê eu acreditava que no sul quem mandava era o Tigre, no norte o JEC como na Capital é o Figueira. Estava errado. Quando cheguei, achei super estranho o fato de não conhecer nenhum torcedor de times de SC. Na minha sala de aula por exemplo, não existe um único torcedor de algum time de SC, além do blogueiro aqui. Conheço aqui no Sul torcedores dos mais diversos times, tem até torcedor do Atlético Mineiro(!), e ele não é de BH e muito menos de MG! E sim de Caçador, município do oeste catarinense. Quem domina é a torcida do Vasco, nunca vi tanto catarinense se achando carioca. Ridículo.



Sou um cara muito bairrista, valorizo o que é da minha terra, por isso torço por um time do meu estado, valorizo mais um Avaiano que um torcedor um time de “fora”. Alem do amor pelo estado creio que a imprensa também tem seu papel. No Rio Grande do Sul por exemplo(que deve ter o povo mais bairrista do Brasil) eles não dão trela para times do eixo, a própria imprensa é conhecida por ser muito bairrista, isso por um lado é bom, ou tu leitor conheces algum gaúcho corinthiano? Nossa imprensa precisa incentivar mais os times do estado no interior, seja com transmissões, ou com o próprio jornal de circulação estadual. Valorizar o nosso produto, as nossas tradições futeboliticas.



Creio que o principal fator da falta de torcida para os nossos clubes seja a pouco expressão que tínhamos em nível nacional. Nossos times há pouco tempo atrás eram meros times estaduais, as conquistas rondavam títulos de Estadual, Copa SC etc. Porém hoje isso está bem diferente. O Criciúma já venceu algumas divisões do futebol nacional, já jogou na série A, o Figueira é o principal representante a nível nacional, ficou sete anos na série A muito bem, até o co-irmão já conseguiu um espacinho. A desculpa principal para não torcer para times do estado a cada ano que passa vai ficando cada vez mais boba. Vamos torcer para times do nosso estado!




Já sofri muitas gozações pelo fato de torcer por um clube de SC, fico fora das rodas de conversas sobre futebol mas eu assim como muitos Alvinegros tenho uma coisa que eles nunca irão ter que é a identificação. Posso bater no peito e dizer que sou da cidade do meu time, que conheço o estádio e a história do meu time, e eles ridicularmente nunca foram sequer à cidade do time deles. Bobos.

Abraço!

8 comentários:

Edenilson Cardoso disse...

Também sou contra esses CTG's espalhados por todo o nosso estado, pra gostar de andar a cavalo tenho que ser gaúcho?, vamos criar um centro de tradições Barriga Verde.
Nada contra os nossos irmãos gaúchos, muito pelo contrário, admiro a força da tradição deles.

Michel Antonio Vieira disse...

Independente de onde nascer ou morar, qualque um pode torcer para qual clube quizer! E isso precisa ser respeitado, eu sei que você não gosta, o fulano já gosta, o sicrano já não, cada um na sua, e claro... Cada um torce para o clube que ele mais gosta! Agora uma coisa é certa, Os times catarinense precisam de mais apoio da imprensa, como por exemplo os do Rio Grande do Sul... Agora o que não pode é um cara nascer em Floripa, e não gostar de nenhum dos dois times, mais ele gosta por exemplo de um time do Eixo Rio - Sp, ele tem todo o direito de torcer para o clube que ele gosta! Eu como torcedor do Figueira, gostaria sim que todos os catarinense torcessem para os clubes catarinense, mais como isso é impossivel, até porque notícias do Figueira e do Avaí são quase impossiveis de se chegar fora da grande Florianópolis, mais temos que respeita-los!

Um abraço a todos!

Blog Paixão Alvinegra!

Anônimo disse...

Edenilson, apoiado sua Ideia, mais Imprensa Gaucha acabou com a nossa Farra de Boi, veja que eles colocaram que era uma tradição de um povo subdesenvolvido que faz a Farra, mais tem farra em Portugal, Espanha, Maxico, e eles la fazem aqui nos catarinense temos que participar da Genetiada deles, uma piada.

Lucas Eleutério da Silveira disse...

Pois é Michel, é claro que qualquer um pode torcer pro time que quiser. O problema que o Rafael quis dizer, ao meu ver, é que as pessoas acabam torcendo pra esses times de fora por pressão da mídia.

Há poucos xintoístas aqui em SC. Isso porque no meio em que vivemos não há xintoístas, e sim cristãos. Assim, a pessoa vira cristã não por vontade própria, mas por influência do meio. O mesmo acontece com os times de futebol. A pessoa cresceu a vida inteira assistindo Flamengo x Vasco no domingo, na quarta, nas reportagens sensacionalistas todos os dias depois do almoço, nos programas esportivos, etc. Como é que ela vai torcer pra um time que ela mal ouve falar (vide Figueirense, Avaí, Criciúma, etc).

A culpa é da mídia, não do torcedor. Depois de virar flamenguista, não se pode mais exigir que alguém vire a casaca. Paixão não se muda. Mesmo que ele passe a achar errado torcer pra time de fora, não dá mais pra voltar atrás.

Pô, o Figueirense ficou 7 anos na série A e dá pra contar nos dedos os jogos que passaram em TV aberta. Palhaçada né?

Duvido que em dia de São Paulo x Internacional passe Cruzeiro x Botafogo lá em Porto Alegre! Essa é uma situação inadmissível no Rio Grande! Isso porque eles, ao contrário de nós, valorizam o que é deles.

Ponto pros gaúchos!

Edenilson Cardoso disse...

Não só a imprensa Gaúcha, mas a Rede Globo inteira, parabéns para a comunidade de Governador Celso Ramos que mantém essa tradição, mesmo sendo vigiada pela Polícia Militar, perseguida pela imprensa.
Vc está certo tb, respeito tem que existir de ambas as partes.
Desculpe Petry por fugir do tema futebol.
Abraço.

Dante disse...

Gosto ñ se discute, mas o que ñ adimito é essa falta de identidade do povo Catarinense. É uma pena. Eu tenho orgulho de ser catarinense e isso ninguém me tira. Quanto ao que chamam de imprensa...hehehehehehe...me desculpe, mas isso que temos aí é uma vergonha. Nem vou me delongar muito. Tenho algumas simpatias por times de outros estados, mas nem vale dizer. Futebol pra mim é Figueirense em primeirissimo e lugar de honra.

Rafael Petry disse...

Lucas,

Vale lembrar que o povo daqui do Sul bem poderia torcer para o Criciúma, porém preferem ridicularizar o time da terra deles. Triste. Falta também um pouco de amor próprio, e isso não passa apenas pela imprensa.

Rafael Petry

Eduardo disse...

Rafael,

Sou avaiano! Perdoe-me adentrar neste espaço alvinegro, mas faço minhas tais considerações tuas - exceto as partes em que brincas com o Avaí -.

Compartilho de tais ideias e toquei no assunto neste post: http://minhavidavai.blogspot.com/2009/10/revolucao-dos-fora-do-eixo.html .

A paixão pelo de fora está com os dias contados. Espero que seja em breve.

Abraço,
Eduardo