sexta-feira, 9 de outubro de 2009

O que tu achas disso?


Li um post muito bom no blog Futebol Mané, do Carcaju. No post em questão o Lucas comenta sobre a utilização do "tu" na escrita, afinal somos Catarinenses, do Sul e Manézinhos, fica estranho o "você" saindo de nossas bocas.



Vou me esforçar para tratar o pessoal nos comentários e nos posts pelo "tu", fica mais original, mais legal. Além das justificativas acima também considero o "tu" bonito, digo a frase por um todo, é mais elegante uma frase com "fizeste", ou não?



Esse assunto pode parecer meio ridículo, mas já discuti isso muito com meu pai que é Mineiro. Segundo ele o "tu" é desrespeitoso, além de se sentir ofendido. A justificativa do meu velho é que o "tu" em Alemão(Du) é usado para coisas inferiores, como animais. E como boa parte da população Catarinense é descendente do país Europeu(inclusive eu) ele considera desrespeitoso. Não concordo com ele já discuti muito mas não consegui tirar a idéia da cabeça dele.
Abraço!
PS: Tudo bem, o post parece meio idiota, mas como sou bairrista pra caramba decidi defender a nossa linguagem.


4 comentários:

Dante disse...

Tu taix coberto de razão, meu caro amigo Alvinegro. Tens a minha total concordância.
Figueirense, tu tens que vencer "di novu" amanhã. Lembrando, os alemães espalhados por SC usam mais o você, mas nossa tradição forte açoriana, tem com o TU, algo de muito especial e sublime. Pode usar descansado que ñ tem nada a ver com coisas inferiores. Granda abraço.

x da questão disse...

Um Professor de Portugues ai para se pronunciar, mais penso que se existisse algo errado, não seria Eu, Tu e Ele, seria Eu e Ele, o "tu" tadinho sairia de fininho, mais como gosto de "tu" vem para o Scarpelli por que precisamos de "tua" força alvinegra.

Anônimo disse...

Tu tens razão guri.


Dimaris

Lucas Eleutério da Silveira disse...

Ô, desculpa a demora em comentar.

Valeu meu quiridu! Obrigado e pela menção ao Futebol Mané e pelo apoio à campanha do "tu".

Interessante o argumento do teu pai. Nunca tinha ouvido sobre isso.

Mas como disse o Dante ali em cima, pelo menos no litoral, de forte descendência açoriana, não tem nada de desrespeitoso não.

Desculpem-me os alemães, mas saibam que não quero menosprezá-los, pelo-amor-de-Deuzi! Só quero escrever do mesmo jeito que falei a vida toda.

Mas pro teu pai mineiro, diz assim:
ele pode continuar falando "ocê"
e tu continuas falando "tu"

Hahahahahaha!